Federação Israelita ataca nota do PT

O PT divulgou uma nota sobre os ataques de Israel a Gaza. A Federação Israelita do Estado de São Paulo respondeu ao PT.

FEDERAÇÃO ISRAELITA DO ESTADO DE SÃO PAULO SE POSICIONA SOBRE NOTA DO PT

São Paulo, 06 de janeiro de 2009

A Federação Israelita do Estado de São Paulo, entidade que representa a comunidade judaica do referido estado, recebeu com indignação a nota do Partido dos Trabalhadores (PT) relativa ao conflito no Oriente Médio.

Em primeiro lugar, jamais este partido se manifestou contra os ataques do grupo terrorista Hamas contra o território israelense, que acontecem há anos, inclusive durante o cessar-fogo, que jamais foi respeitado por esta milícia.

Jamais este partido se manifestou contra o assassinato de 400 civis em apenas dois dias no Congo, nem com a “limpeza étinica” que vitimou mais de 100 mil pessoas em Darfur.

Israel, como um país soberano tem todo o direito de se defender de ataques terroristas. Israel não atacou os palestinos.

O sul de Israel vem sendo quase ininterruptamente bombardeado pelos Hamas há 7 anos e o Exército não tem respondido para evitar congelar os progressos nos acordos de paz realizados com a Autoridade Palestina (oposição do Hamas). Israel retirou-se da Faixa de Gaza há 3 anos num gesto de paz e os ataques pioraram, pois o Hamas ficou mais próximo da fronteira israelense. Após uma breve trégua utilizada pelo Hamas para se fortalecer e se armar, os ataques palestinos se intensificaram. Nestas circunstancias Israel iniciou o contra-ataque atual para evitar os lançamentos de mísseis. Qualquer país no mundo faria o mesmo para se defender, no entanto, todos condenam Israel com o termo “Nazistas” ou “Massacre” num claro jogo sujo e baixo de desinformação e manipulação.

Convocar seus militantes a se manifestarem causando a importação do conflito é um erro crasso. O PT, como partido que governa este país, em seus 30 anos de existência deveria se preocupar mais em contribuir para um processo de paz duradouro e eficaz na região ao invés de jogar gasolina em uma história que desconhece.

FISESP INFORMA – Informativo da Federação Israelita do Estado de S. Paulo

www.fisesp.org.br

Vi no Querido Leitor

Anúncios

1 comment so far

  1. Jorge on

    O que os Petralhas não entendem é que não conseguem cuidar nem do seu umbigo. Deviam antes cuidar dos mensaleiros, dos dólares na cueca, dos criadores de dossiê, dos assassinos de Celso Daniel, do dinheiro e da parceria com as Farc,etc.
    Fácil apontar dedos para outras feridas quando não consegue nem curar as suas. Bando de hipócritas, ladrões e vagabundos.
    Os ataques de Israel não são contra a comunidade Palestina. É o Hamas o alvo da operação das Forças Armadas de Israel na Faixa de Gaza. O grupo vinha utilizando o território dominado por seus militantes para lançar foguetes contra alvos do outro lado da fronteira.
    Não defendo os ataques de Israel, como não defendo o Hamas. Mas é preciso um pouco de racionalidade para analisar fatos. Do ponto de vista estritamente militar a causa é razoável. Do ponto de vista humano, não.
    O que faria o Brasil se o Uruguai ou Argentina disparasse foguetes contra o Brasil? (se bem que depois de ser roubado por Bolívia e Equador e não fazer nada, talvez seja natural que os PeTralhas não fizessem nada mesmo).
    E para quem defende, faz parcerias e comunga com as Farc – recebendo dinheiro inclusive – natural que defendam o Hamas.
    A única herança que essa corja deixará após 8 anos no poder é uma bomba social de efeito retardado prestes a explodir…


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: