Archive for the ‘Vida’ Category

Massacre em Ponte Nova

ponte-nova.jpg

Uma rebelião na cadeia da Delegacia Regional de Ponte Nova, na Zona da Mata de Minas, resultou na morte de 25 presos, na madrugada de ontem. Segundo as primeiras apurações da polícia, uma gangue que disputava o poder na prisão com um bando rival, arrombou as celas e, com um revólver, cercou as vítimas numa delas, ateando fogo em colchões. As chamas se alastraram e os 25 homens foram carbonizados. Ao ouvir os gritos de socorro, PMs que faziam a vigilância tentaram evitar o massacre, mas disseram ter sido recebidos a bala. Quando o reforço chegou, era tarde. Foi a terceira maior tragédia da história no sistema prisional do Brasil, atrás apenas das chacinas nos presídios do Carandiru (SP), em 1992, na qual morreram 111 detentos, e Urso Branco (RO), em 2002, quando 27 perderam a vida. A cadeia de Ponte Nova foi interditada, sendo os presos transferidos para outras cidades do estado. Deputados federais da CPI Carcerária chegam hoje à cidade para participar das investigações.

Fotos: Sidney Looes (EM) / Ronaldo Arlindo da Silva / Jornal Listão Notícias

Anúncios

Greves paralisam 100 mil servidores

greve.jpg

Atendimento em hospitais universitários, obtenção de terras para a reforma agrária e acesso a bibliotecas e museus são alguns dos serviços paralisados pelas greves de servidores federais. Ao todo, quase 100 mil funcionários de universidades federais, do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) e do Ministério da Cultura e estão em greve. O maior contingente de servidores paralisados é o das universidades federais, parado desde 28 de maio.

De acordo com o coordenador geral da Federação dos Sindicatos dos Trabalhadores das Universidades Brasileiras (Fasubra), João Paulo Ribeiro, cerca de 60% dos 156 mil servidores estão em greve, o que corresponde a quase 94 mil funcionários em 46 universidades. O principal serviço atingido é o dos hospitais universitários. Ribeiro diz que apenas dois dos 44 hospitais estão funcionando, por determinação do Ministério Público. Nos outros, estão sendo atendidos somente casos urgentes.

Além disso, as matrículas dos candidatos aprovados nos vestibulares estão atrasadas. Além das questões salariais, a Fasubra também é contra contra o projeto de lei que regulamenta as fundações. Na opinião do grupo, o plano pode facilitar a transformação de estatais em fundações. “Nós tínhamos que ser ouvidos para negociar qualquer termo que privatize o serviço público’’, diz Ribeiro. O Incra tem cerca de 6.000 servidores, distribuídos em 30 superintendências. Desses, cerca de 4.000 estão em greve desde o dia 21 de maio. Apenas as unidades de Pará, Amapá e Alagoas continuam funcionando normalmente. As informações são da Agência Brasil.

A decisão sobre o fim da greve do Ministério da Cultura pode sair hoje. Isso porque serão conferidos os resultados das assembléias que foram realizadas em todo o país para decidir se a paralisação será suspensa. A representante do Comando Nacional de Greve dos Servidores da Cultural, Júlia Guedes, afirma que 100% dos servidores da ativa estão parados. As principais atividades paralisadas são o acesso a bibliotecas e museus e atividades culturais realizadas em salas de espetáculo ligadas ao ministério.

A categoria pede o cumprimento da lei 11.233, de 2005, que previa a criação do Plano Especial de Cargos da Cultura e Gratificação Específica de Atividade Cultural. Segundo a Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Federal, 2.000 servidores somam o contingente de grevistas. O Ministério do Planejamento diz que não se manifesta sobre greves em fase de negociação. (Folhapress)

Fonte: Jornal O Tempo

E nós contamos os corpos…

Texto lido na semana passada pelo vocalista da banda Detonautas na Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro

protestorj1.jpg

“Os deputados, senadores, prefeitos, governadores e p residentes, desfrutam de muitos privilégios PAGOS com o dinheiro do povo.

E nós contamos os corpos….

Seus filhos estudam em colégios particulares e muitos de seus parentes quando precisam são atendidos erm excelentes hospitais que não pertencem à rede pública. ANDAM EM CARROS BLINDADOS e moram em locais da cidade protegidos por seguranças particulares.

E nós contamos os corpos…

55% dos deputados estaduais residentes nesta Assembléia Legislativa estão respondendo a processos cíveis, criminais ou eleitorais, enquanto você sequer pode prestar concurso público se estiver envolvido em algum processo judicial.

E nós contamos os corpos…

Os políticos brasileiros são processados por fraudes, corrupção, desvio de verbas ou qualquer crime cometido ao longo de seu mandato TEM DIREITO A JULGAMENTO EM FORO PRIVILEGIADO. Até o momento nenhum político envolvido nos crimes e nos escândalos de corrupção que acompanhamos pelos jornais e TVs foi parar atrás das grades. Isso se chama IMPUNIDADE.

E nós contamos os corpos…

Verbas que deveriam ser destinadas a Rede Pública de Ensino, aos Hospitais, à Segurança de nossas Comunidades são desviadas por muitos destes cidadãos que deveriam nos defender e nos representar.

E nós contamos os corpos…

O Supremo Tribunal Federal retomou dia primeiro de março o julgamento de recurso destinado a garantir o foro privilegiado a “agentes políticos” processados por improbidade administrativa, mesmo que já tenham deixado o cargo. Dos 11 ministros do STF seis já votaram a favor dos políticos e um contra. Restam votar 4 ministros. A medida, se aprovada, impedirá que ministros de Estado e o presidente da república sejam fiscalizados por procuradores na primeira instância da Justiça, como ocorre hoje.

Além de paralisar os processos em andamento a decisão do STF permitirá que administradores já condenados possam pedir a RESTITUIÇÃO de valores que foram obrigados a devolver aos cofres públicos. Cerca de 10 mil inquéritos e ações judiciais contra autoridades acusadas de corrupção podem ser arquivadas. Os defensores do foro privilegiado querem que presidentes,

ministros, governadores e prefeitos envolvidos em corrupção não sejam mais atingidos pela lei. O Código Penal Brasileiro é de 1940.

E nós contamos os corpos…

Um soldado da policia militar ganha 800 reais por mês. Um professor ganha em média 400 reais por mês. Um médico do SUS ganha em média 1.500 reais.

O Estado gasta em média com nossas crianças 300 reais por mês. Um preso custa aos cofres públicos em média 800 reais por mês e todos nós sabemos que o Estado não oferece nas penitenciárias NENHUMA CONDIÇÃO DE REABILITAÇÃO dos apenados, cabendo à sociedade arcar com todos estes custos. Mas os salários dos nossos políticos passam de QUINZE MIL REAIS mensais.

E nós contamos os corpos…

O Rio de Janeiro está em guerra enquanto nossos representantes não fazem nada.

E nós contamos os corpos…

Fim da impunidade.

Fim da imunidade parlamentar.

Fim do voto secreto no Congresso Nacional.

Queremos segurança, educação e saúde de qualidade pois pagamos por isso.

SEM JUSTIÇA NÃO HÁ PAZ

Deputados assumam suas responsabilidades pois elas são do mesmo tamanho de seus privilégios.

Enquanto nós contamos os corpos.

PS: VOCÊ AINDA VAI QUERER DIZER QUE NÃO QUER SABER DE POLÍTICA?

Veja 4: Médicos e monstros

asha.jpgpoliciaislondres.jpg

Os primeiros homens-bomba do Oriente Médio deram origem a um estereótipo equivocado do terrorista islâmico. Ele foi inicialmente descrito como um jovem pobre, solitário e pouco instruído. O martírio seria sua forma de alcançar algum grau de prestígio social, ainda que póstumo, em sua comunidade. Esse perfil partia do pressuposto de que só alguém sem perspectivas sociais seria capaz de acabar com a própria vida num atentado. O ataque contra o aeroporto de Glasgow, na Escócia, no sábado 30, e os atentados frustrados com dois carros-bomba no dia anterior, em Londres, mostram uma dinâmica psicológica mais fugidia. Os oito presos pela polícia britânica por envolvimento na conspiração terrorista têm alto nível educacional e desfrutavam um bom padrão de vida – as oportunidades profissionais eram cortesia da Inglaterra, país cujos cidadãos pretendiam massacrar. Seis deles eram empregados do serviço inglês de saúde pública.
(…)
A presença de diplomas universitários na guerra santa islâmica não chega a surpreender. Mohamed Atta, líder dos atentados de 11 de setembro de 2001, acabara de concluir pós-graduação em planejamento urbano numa universidade alemã. A participação de engenheiros e médicos no terrorismo islâmico é alta. O número 2 da Al Qaeda, Ayman al-Zawahiri, é médico. Ele já disse considerar vantajoso recrutar militantes nessas duas carreiras. Não apenas por mostrarem habilidade no planejamento de atentados complexos como pela facilidade com que são aceitos nos países do Primeiro Mundo. “O fato de serem inteligentes ou bem-sucedidos não os impede de se sentirem motivados pelo mesmo tipo de ressentimento de outros fanáticos islâmicos”, disse a VEJA o especialista em terrorismo Bill Durodié, da Universidade Cranfield, na Inglaterra. O terrorismo islâmico alimenta-se de uma salada de idéias. A mais significativa é o sentimento de que eles são as vítimas de uma conspiração ocidental para mantê-los pobres e destruir o Islã. Misturam-se a essa convicção totalmente descolada da realidade elementos inerentes ao islamismo – como a crença na superioridade absoluta de sua religião. Assinante lê mais aqui

Fotos: Reuters e Simon Dawson/AP

“A sua assinatura é mais poderosa do que você pensa”

Segue acima um ótimo vídeo da Anistia Internacional. Tem o objetivo de sensibilizar as pessoas a participarem de seus abaixo-assinados e campanhas, que já foram responsáveis por evitar a morte de mulheres por apedrejamento no Irã e o uso de crianças como soldados em alguns conflitos pelo mundo.

Dica do blog do Tiago Dória

Homem sofre coice e morre ao tentar namorar jumenta

O desempregado Cícero Balbino da Nóbrega, 20, conhecido por “Deca Batalhão”, que residia na cidade de Patos (PB) morreu na manhã desta segunda-feira ao receber o coice de uma jumenta com a qual tentava fazer sexo.

O coice do animal atingiu Cícero nos testículos e ele teve morte quase que imediata. Conforme a polícia local, o fato aconteceu por trás da Igreja Santo Expedito, no bairro Dona Melindra. O corpo do desempregado foi encontrado por populares.

Ele estava sem camisa e com as calças abaixadas até o joelho, enquanto a jumenta estava amarrada ao seu lado. A polícia foi acionada e ouviu algumas testemunhas. Elas disseram que Cícero era acostumado a fazer sexo com o animal, cujo nome é “mimosa”.

A polícia acredita que o animal foi amarrado durante a madrugada, mas no momento do sexo desferiu o coice fatal no desempregado.

Retirado do Paraíba Online

PS: O título poderia ser: Jumenta mata seu marido “Jumento”. Sim, pois só um animal mesmo para fazer uma aberração destas. Desculpem-me pelo post, mas é preciso divulgar estas aberrações.

Aposentada morre após ter a luz cortada por inadimplência

JB online de hoje:
A aposentada Maria Luiza Bezerra, 53 anos, que sobrevivia devido a um aparelho elétrico morreu por insuficiência respiratória, na periferia de Fortaleza, após a Companhia Energética do Ceará (Coelce) desligar a luz de sua casa.

Cerca de nove horas antes de sua morte, funcionários que prestam serviço para a Coelce fizeram um corte por causa de uma dívida de R$ 204.

A própria Coelce – empresa privada que pertence ao grupo espanhol Endesa -, por meio de sua gerência de comunicação, admitiu que Maria Luiza constava de um cadastro de 150 pessoas no Estado que dependem da energia para viver e que, mesmo em caso de inadimplência, não poderiam sofrer um desligamento.

Um inquérito policial foi instaurado pelo 11º Distrito Policial, a pedido do Ministério Público, para apurar se houve erro e investigar os responsáveis pela morte. A Coelce também informou que constituiu uma comissão de investigação.

A aposentada havia sofrido, há nove meses, um Acidente Vascular Cerebral (AVC) e, desde então, precisava de um respirador, um aparelho de inalação e uma sonda para manter-se viva.

Os parentes da aposentada contaram que, um dia antes da morte da aposentada, funcionários da Coelce apareceram na casa para fazer o desligamento, mas foram convencidos a recuar, depois de a filha apresentar um atestado médico que comprovava a necessidade dos equipamentos.

No dia seguinte, porém, novos funcionários apareceram. O desligamento ocorreu às 11h30. Durante todo o dia, uma das filhas de Maria Luiza, Ana Cristina da Silva, tentou, por telefone, pedir que a energia fosse religada. Segundo ela, os funcionários da companhia elétrica alegavam que não havia documentos que comprovassem a situação de saúde de sua mãe.

A aposentada sobreviveu até as 20h. No mesmo dia, às 23h, a luz foi restabelecida. Era aniversário de Maria Luiza.

Cuba: dois mortos tentando fugir

Um oficial e um soldado das Forças Armadas cubanas morreram após intenso tiroteio, quando desertores do serviço militar tentaram seqüestrar um Boeing 737 da empresa de charter espanhola Hola Airlines, no aeroporto internacional José Marti em Havana, diz a agência espanhola Efe. Ao menos dois, de um grupo de recrutas armados, seqüestraram um ônibus com passageiros na madrugada de ontem e invadiram a pista hoje cedo. Ao abordarem o avião com fuzis AK 47, foram impedidos por agentes de segurança. No tiroteio, segundo fontes oficiais, morreram um recruta e um tenente-coronel, mas relatos independentes falam em pelo menos dois recrutas mortos, de 19 e 21 anos, que desertaram de um quartel em Managua, a 30km de Havana. As fontes independentes também informaram à Efe que os retratos-falados dos desertores circulavam desde 29 de abril por e-mail na ilha, como ?perigosos?. Eles iriam para os Estados Unidos. O avião estava vazio. O informe oficial fala no ?apoio da população, que ajudou a capturar outro envolvido, que revelou o plano de fuga?.  Há quatro anos houve episódio igual ao da manhã desta quinta-feira, dois dias depois das festividades do 1º. de Maio, quando Fidel Castro, mais uma vez, não apareceu em público.

Charge do dia

angeliaborto.gif

Temporão e o aborto

ministrotemporao.gifO ministro da Saúde, José Gomes Temporão, enfrentou nesta segunda-feira, 9, em Fortaleza, um barulhento protesto contra o aborto. Liderado pelo presidente da Frente Parlamentar contra o aborto, deputado federal Luiz Bassuma (PT-BA), o protesto reuniu cerca de 100 pessoas, no ginásio poliesportivo da Parangaba, na periferia de Fortaleza, onde o ministro lançava programas de promoção à saúde, ainda em comemoração ao Dia Mundial da Saúde, ocorrido no último sábado, 7.

Foi preciso a polícia militar, a guarda municipal e seguranças particulares garantirem a integridade física do ministro. Temporão recebeu vaias e seu discurso foi abafado por um trio elétrico colocado em frente ao ginásio, onde os manifestantes gritavam palavras de ordem com “Diga Não ao Aborto e Sim a Vida”.

Quatro faixas foram colocadas nas arquibancadas e no quadra do ginásio protestando contra as declarações do ministro de abrir o debate sobre a legalização do aborto no Brasil. As faixas diziam: “Diga não ao aborto!”, “O Ministério é da Saúde ou da Morte?” “Saúde é Vida! Aborto é Morte” e “Por um Brasil sem Aborto”. Tinha ainda uma faixa somente com a assinatura da “Arquidiocese de Fortaleza”.