Archive for the ‘SOEBRAS’ Category

Ruy Muniz: O JK do sertão norte de Minas?

ruy_muniz_mesa_diretora.jpg

Matéria do Jornal O Norte (para ler clique aqui) diz que o Deputado Estadual Ruy Muniz se inspira em JK para ser o futuro prefeito de Montes Claros. Coitado do JK aparece cada assombração para usá-lo como comparação.

Engraçado é que os assessores insistem comigo que o Deputado Ruy Muniz já pagou pelos seus pecados e merece uma outra chance. Concordo plenamente. E a chance já foi dada e alcançada. O Deputado é um grande expoente da SOEBRAS, uma das potências do ensino em Minas Gerais. Quer melhor segunda chance do que ser atingido por uma condenação criminal e alcançar o sucesso empresarial anos depois? Agora pleitear uma vaga de Prefeito e desejar que todos esqueçam que o mesmo foi acusado, julgado e condenado criminalmente por golpe ao Banco do Brasil, aí já é demais. Por este prisma porque não damos uma 2ª chance ao Renan Calheiros e ao Joaquim Roriz, afinal ainda sequer foram condenados criminalmente?

As pessoas esquecem que ao entrar para a carreira política a vida pessoal torna-se exposta, confunde-se com a pública. Ora, e não há nada de errado nisto. Ao elegermos um vereador, deputado, prefeito, governador, senador ou presidente o fazemos fundados no lastro moral do candidato e não na relação de bens ou saldo da conta bancária. Genericamente falando, a competência, capacidade e eficiência não são a mesma coisa de honradez, caráter e honestidade. 

Foto: Wilson Medeiros

Anúncios

Violência não, corrupção sim?

A semana passada foi marcada pela não renovação do registro da SOEBRAS no Conselho Municipal de Assistência Social (CMAS). Apesar de ter recebido pedidos para escrever sobre o assunto deixei, de propósito, vencer a semana para apurar o caso.

Estranhamente a mídia de Montes Claros falou muito pouco do assunto. Até entendo (mas não compreendo) a posição do jornal O Norte, ligado ao Deputado Ruy Muniz que se resumiu a apenas mostrar uma versão dos fatos. A versão da SOEBRAS, claro. Atacou os conselheiros, mas não entrevistou os mesmos para que demonstrassem seus pontos de vista nos fatos. Dos demais diários destaque apenas para o “Hoje em Dia” que trouxe boa matéria.

Parece que o assunto é proibido. Na Câmara Municipal ninguém falou nada. Nem contra nem a favor. Era de se esperar. A maioria dos representantes do povo nesta legislatura municipal teve de prestar depoimento à justiça pelo envolvimento na “Operação Pombo-Correio” no último dia 13. Quem tem telhado de vidro não atira pedras… 

E o povo, por que não fez passeata contra a corrupção? E os empresários locais não colocaram faixas nas ruas por quê? Apoiar a luta contra a corrupção não é escolher lados. É apenas defender a justiça, as pessoas de bem, as famílias. Não é preciso ofender, queimar bonecos, vilipendiar pessoas que ainda são apenas réus em processos. Isto tudo mostra que Montes Claros ainda é uma cidade dos tempos do curral eleitoral. Os tempos modernos nos trouxeram mais do que apenas desenvolvimento. Trouxeram novos coronéis para um velho “rebanho”. A única diferença é que hoje não são poucos os coronéis.

Os fatos apontados no relatório do conselheiro que determinou o cancelamento do registro da SOEBRAS foram retirados do processo do INSS contra a entidade. Uma pesquisa aqui mesmo no “2Dedos” mostrará um caso semelhante. A FAAP, uma das mais prestigiadas faculdades do Brasil, perdeu o seu certificado de filantropia em um processo iniciado pelo INSS e ainda foi condenada a devolver aos cofres públicos R$ 100 milhões (veja o post aqui).

As acusações mostradas no relatório são sérias e a população de Montes Claros, grande beneficiária dos serviços prestados pela SOEBRAS, deve exigir uma apuração rigorosa dos fatos.

Para ler o relatório que determinou o cancelamento do registro da SOEBRAS clique aqui (arquivo PDF).