Archive for the ‘Segredos’ Category

Capa da Isto É

capaistoe.jpg

Anúncios

A turma de Mercadante: “Nós somos a bancada da abstenção”, comemora petista

Por Expedito Filho, Eugênia Lopes e Christiane Samarco no Estadão:
O principal articulador da operação para salvar o mandato de Renan Calheiros (PMDB-AL) – desde que ele se licencie do cargo de presidente do Senado – foi o senador Aloizio Mercadante (PT-SP). Sem nenhum constrangimento, ele admitiu ter sido a favor da abstenção: “Minha abstenção é um gesto de quem gostaria que essa investigação fosse concluída.”

Parte dos 12 senadores petistas era favorável à cassação, mas a articulação feita às pressas levou parlamentares da sigla a se absterem na votação. “Nós somos a bancada da abstenção”, comemorou a senadora Fátima Cleide (PT-RO), no plenário do Senado, ao lado dos petistas Sibá Machado (AC), João Pedro (AM) e a líder Ideli Salvatti (SC).

Sempre discreto nas articulações em favor de Renan, Mercadante surpreendeu ontem a oposição na sessão de julgamento. “Esses seis votos pela abstenção são estranhos e foram combinados. Isso foi orientação partidária, do PT”, disse Sérgio Guerra (PSDB-PE). “A maioria dos discursos no plenário foi pela cassação de Renan. Aí aparecem essas abstenções do nada. Não estou surpreso e, sim, decepcionado”, afirmou Jefferson Peres (PDT-AM).

Jornal argentino disse que Arafat era homossexual e morreu de Aids

yasser_arafat.jpg

A liderança palestina finalmente confirmou que a “misteriosa” morte do líder Yasser Arafat em novembro de 2004 foi causada pelo vírus da AIDS. Esta semana, o dirigente máximo palestino na Síria confessou, diante das câmeras de TV, que o presidente da Autoridade Palestina, Mahmud Abbas, o havia assegurado que os boletins provenientes do hospital francês onde morreu Arafat diziam que a causa da morte foi AIDS. Ahmad Jibril, líder e fundador da Frente Popular pela libertação da Palestina, deu uma entrevista ao canal Al-Manar em que contou quando interrogou Abbas sobre a investigação do envenenamento de Arafat, este lhe disse que deveria se calar. “Para ser honesto, o informe oficial dos franceses é muito claro. A AIDS foi que o levou”.  Líderes palestinos sempre optaram por esconder a homossexualidade de Arafat para evitar ataques ao ex-líder. Isto o obrigou a se casar e a ter uma filha, hoje com 12 anos de idade.