Archive for the ‘Fotografia’ Category

Retrospectiva 2008 em fotos

O Boston Globe mostrando a restrospetiva do ano 2008 em fotos de alta definição e impressionantes. Óbvio como o jornal é americano, muitos dos acontecimentos mostrados são originários do Estados Unidos. Mas vale ver as fotos. Algumas, que contém cenas mais fortes, como cadáveres, é necessário clicar no link para aparecer. Abaixo alguns exemplos:

ronaldinho-jun08

terremoto-china-set2008

furacao-eua-set08

Parte 1 / Parte 2 / Parte 3

Anúncios

Ensaio sobre a surdez

foto-michel-filho
Não quero ouvir os tiros.
Também não quero ouvir a indignação.

Não se choquem com esse flagrante pornográfico da violência urbana. Por favor, não façam um relatório. Não chamem a Anistia Internacional. Não acionem os burocratas. Não transformem minha dor num projeto de lei.

Estou bem na foto. Estou protegendo os meus sentidos.

Se na próxima passagem desse revólver pela porta da minha casa acontecer o pior, talvez vocês nem fiquem sabendo. É normal que não sintam a minha falta. Também não sentirei falta da indignação de vocês. Se ela morrer, assim como eu, tanto faz.

Neste Dia Internacional dos Direitos Humanos, faça uma boa ação. Delete um email de solidariedade hipócrita, sem passá-lo adiante. Deixe um pregador “progressista” falando sozinho. Salve alguém de ler um paper da ONU.

Não assista ao show de algum artista decadente em benefício das criancinhas da África.

Neste Dia Internacional dos Direitos Humanos, desconfie da indústria da indignação e da comiseração. Não compre pacotes prontos de bondade. Desempregue um despachante da dor alheia.

Tente fazer ou, ao menos, sentir alguma coisa você mesmo, sem intermediários. Se não conseguir, não faça nada. Será melhor.

Discurso imaginário de uma criança no morro da Mangueira, Rio de Janeiro, fotografada por MICHEL FILHO em 5/12/2008.

Guilherme Fiúza, Jornalista.

Ovni em BH?

Um mineiro de BH tirou fotos de um suposto objeto voador não identificado que sobrevoava o céu de Belo Horizonte. As imagens no mínimo são curiosas. As fotos foram tiradas na região do Alto da Boa Vista, Leste da capital mineira e percebe-se um objeto cilíndrico. Clique nas imagens para ampliar.

ovni1 ovni2 ovni4 ovni5 ovni6

Nota do Blog: Acho que acabou o mistério do paradeiro da bolsa de ferramentas perdida pela astronauta no mês passado.

Aeroporto de Gibraltar

ukgibraltar.jpg

 Para aqueles que estão reclamando da proximidade de aeroportos com residências vejam as fotos do Aeroporto de Gibraltar. Óbvio que o perigo é enorme, mas com as devidas normas de segurança respeitadas há como conviver bem com o aeroporto como vizinho. Reparem que o sinal vermelho fecha e interrompe o tráfego de veículos.

aeroporto_gibraltar.jpg

Editorial – Brasil produz uma nova causa mortis: incompetência

tam1.gif tam2.gif tam3.gif  

A maior causa de mortalidade no setor aéreo brasileiro é um mal implacável chamado incompetência. A julgar pelo desnorteio do governo, trata-se de moléstia endêmica incurável. Em menos de dez meses, já levou à cova pelo menos 342 cadáveres –154 do Boeing da Gol e 188 do Airbus da TAM, 12 em solo. A menos que um milagre conduza à vacina, ninguém pode assegurar que o monturo de corpos não aumente.

Noves fora a mortandade, o caos aéreo já produziu sindicâncias, auditorias, inquéritos, processos, duas CPIs, uma infinidade de discursos e um par de tragédias –a segunda mais funesta do que a primeira. Só não deu à luz uma solução. E o país vai se habituando a um fenômeno hediondo: a lamentação depois do fato.

tam5.gif

Tome-se, porque é mais recente, o exemplo do descalabro de Congonhas. A pista onde se realizam os pousos e as decolagens mede exíguos 1.900 metros. Desde a década de 80, pilotos e especialistas se queixam das deficiências desse naco de concreto. O que fez o governo? Na última década, torrou algo como R$ 530 milhões no embelezamento interno do terminal de passageiros. Por que?

Ora, para atender aos interesses de empreiteiras ávidas por obras, de gestores vorazes por comissões e de presidentes sequiosos por inaugurações. Privilegiaram-se o mármore e as lojinhas em detrimento da segurança. Premido pelas circunstâncias, o governo, sob Lula, reformou, a toque de caixa, a pista. Liberou-a para o uso, no final de junho, sem as ranhuras que permitem a drenagem das águas enviadas por São Pedro.

Confrontada com 188 vítimas novinhas em folha, Brasília difunde uma “informação” que antecede a realização das perícias técnicas. Diz-se que a nova mortandade de passageiros (176) e de funcionários do prédio em que o avião da TAM fez a sua aterrissagem improvável (12) nada tem a ver com as condições da pista do aeroporto. Pode ser. Mas a hipótese não passa, por ora, de uma aposta de gestores públicos submetidos a novos e constrangedores apuros.

tam4.gif

Afora a descoberta de controladores de vôo em absoluto descontrole, o caos aéreo é temperado com generosas pitadas de corrupção. São mutretas conhecidas do governo. Foram esquadrinhadas pelo TCU, pela Controladoria da União e pelo Ministério Público.

Nas diferentes esferas de investigação, encontram-se encalacrados algo como seis dezenas de funcionários públicos. Entre eles um petista que Lula acomodou na presidência da Infraero e uma penca de funcionários graduados da estatal que “administra” os aeroportos brasileiros. A lista inclui uma senhora que coleciona decisões temerárias desde a gestão FHC. Trabalhava em São Paulo. Sob Lula, foi promovida. E passou a praticar malfeitorias desde Brasília.

Some-se a tudo isso um estrondoso crescimento do mercado de aviação civil. Numa previsão conservadora, estima-se que o mercado cresce no Brasil à proporção de 12% ao ano. Não há coisa parecida no mundo. Numa China de PIBs vitaminados, o setor aéreo experimenta crescimento anual de algo como 10%. Com uma diferença: nesta terra de palmeiras e sabiás, a falta de investimentos, a descoordenação e a ausência de planejamento tonificam as dores do crescimento.

Tudo considerado, a aviação brasileira vai ganhando as feições de uma usina de potenciais constrangimentos e de cadáveres. No acidente da Gol, os corpos foram mergulhados na selva de Mato Grosso. No desastre da TAM, foram carbonizados no interior de uma aeronave convertida em algo semelhante a uma lata de sardinha em chamas. Até quando?

Blog do Josias de Souza

Pan: Fotos do belíssimo parque aquático

parqueaquatico1.gif

parqueaquatico2.gif

Charge do dia (foto)

Brasileiro não perde a piada…

piadarenan.jpg

Lindo: Estádio olímpico João Havelange no Rio de Janeiro

estadiojoaohavelange11.jpg

 

estadiojoaohavelange2.jpg

Operação limpeza

Nos últimos meses as notícias têm sido cada vez mais desagradáveis para os políticos brasileiros: Operação Furacão, Cheque-Mate, Renangate, etc. Todo mundo pede uma limpeza no Congresso Nacional, nas Assembléias e Câmaras de Vereadores. Seguindo o ditado de que “a voz do povo é a voz de Deus” o PP em Belo Horizonte, partido do Deputado Gil Pereira e do Vereador Ildeu Maia, resolveu começar a limpeza. E pela placa é banho completo.

pp2.jpg

Pan: Parque Aquático Maria Lenk

Vejam as fotos do Parque Aquático Maria Lenk que está quase pronto para o Pan no Rio de Janeiro. As fotos são da piscina de salto e da piscina das provas de natação.

MP deve assinar acordo para coibir crimes no Orkut

orkut.jpg

O Ministério Público de Minas Gerais deverá assinar em breve um convênio com o Google Inc., responsável pelo site de relacionamentos Orkut, para tentar coibir a prática de crimes por meio do endereço de relacionamentos mais popular da internet. Conforme o promotor de Justiça Rodrigo Albuquerque, a empresa se comprometeu a disponibilizar e aperfeiçoar ferramentas de identificação de páginas com conteúdos criminosos. Além disso, deverão ser fornecidas ao MP guias de identificação de pessoas que eventualmente venham a cometer crimes.A intenção dos promotores é também ampliar o período de arquivamento dos dados dos computadores que acessam as páginas com conteúdos criminosos. “Hoje a gente consegue guardar por até três anos os registros”, disse Albuquerque. “Com isso, teremos mais tempo para investigar e identificar as pessoas. Com essas ferramentas, será possível tirar a página do ar, mas guardar as informações para obter a materialidade do crime. E é possível também, se for o caso, manter a página no ar, extremamente vigiada por algum tempo, até que a gente obtenha mais informações”.

O promotor disse que a minuta do convênio já está pronta. A capital mineira é sede do Centro de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) do Google Inc. na América Latina. O centro foi criado a partir da aquisição da mineira Akwan Information Technologies, em julho de 2005. Segundo Albuquerque, o alvo principal do convênio são os crimes “mais nocivos ao coletivo” praticados pela internet, como a pedofilia e o tráfico de armas e entorpecentes.

Em agosto do ano passado, por exemplo, a 5ª Vara da Justiça Federal em Belo Horizonte concedeu liminar em ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público Federal (MPF), determinando que o Google promovesse o imediato cancelamento de quatro comunidades do Orkut que comercializavam, instigavam ou induziam ao consumo do cloreto de etila, popularmente conhecido como lança-perfume.

Os crimes contra a honra, no entanto, costumam ser mais comuns. Em abril deste ano, um estudante de geografia foi condenado pela 9ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais a pagar indenização, por danos morais, no valor de R$ 3,5 mil, a um colega de turma. O réu criou uma comunidade no Orkut com ofensas ao colega, cuja aparência foi comparada à do folclórico “ET de Varginha”. 
 
Agência Estado