A Fatura da CPMF

Os jornais continuam a fazer a conta das barganhas políticas que permitiram a aprovação na Câmara, em primeira votação, da emenda que prorroga a CPMF até 2011. Segundo a Folha de São Paulo e o jornal O Globo, Lula liberou R$ 47 milhões em verbas para emendas de parlamentares ao Orçamento. O jornal Estado de S.Paulo preferiu usar um número mais impressionante, de R$ 100 milhões, incluindo na conta liberações referentes ao Orçamento de 2006 e empenhos (promessas de liberação) de 2007.
Acaso ou não, o PSDB foi o partido mais beneficiado, segundo o Estadão: R$ 7,5 milhões. Mesmo assim, o governo foi obrigado a adiar para a semana que vem o prosseguimento da batalha pela aprovação, que ainda exige uma votação na Câmara e duas no Senado. Anteontem foram feitas nomeações políticas para o Banco do Nordeste e para o Porto de Santos, explica o mesmo Estadão. Na fila, o PMDB aguarda cargos na Eletronorte, na Petrobras e na Braspetro. Josias de Souza, em seu blog, detalha a negociação em curso no Senado, onde o boicote da oposição a Renan Calheiros levou o líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), a negociar diretamente com PSDB e DEM.

Anúncios

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: