CUT quer centrais em uma campanha chamada “Cansamos” contra o “Cansei”

A direção da CUT (Central Única dos Trabalhadores) enviou um e-mail para outras organizações sindicais hoje propondo uma campanha para reagir ao Movimento Cívico pelo Direito dos Brasileiros, o já conhecido “Cansei” http://blog.cansei.com.br/ – que reuniu 6.000 pessoas no último fim de semana, em São Paulo.

Abaixo, a íntegra do e-mail da CUT propondo reação ao “Cansei”. Para preservar as fontes, foram retirados os e-mails do remetente (Artur Henrique, presidente da CUT) e dos destinatários:

—–Mensagem original—–
De: Xxxxxxxxxxxxxxxxx

Enviada em: segunda-feira, 30 de julho de 2007 16:40
Para: Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Assunto: para avaliação dass centrais

São Paulo, 30 de julho

Prezados companheiros

Consideramos oportuna e necessária a realização de uma campanha de protesto com a visão dos trabalhadores. A mensagem da campanha deve ser breve, para rápida compreensão e forte apelo. O objetivo maior é ampliar a repercussão – que não precisa de longos textos e argumentações para acontecer.

A campanha será veiculada em nossas páginas de internet, em jornais impressos e programas de rádio de que dispomos. O primeiro passo é a aprovação do texto que enviamos logo abaixo. Assim que as centrais avaliarem o conteúdo do texto e decidirem assiná-lo, passaremos à etapa de elaboração visual e gráfica. Portanto, pedimos que a avaliação do texto aconteça com a maior rapidez possível.

Um grande abraço

Artur Henrique, presidente da CUT

 Vejam, agora, o texto:

CANSAMOS!

· do trabalho escravo

· da sonegação de impostos

· do trabalho infantil

· da mídia que não aborda os movimentos sociais

· das jornadas de trabalho desumanas

· da mídia que criminaliza as lutas populares

· da Justiça que privilegia o poder econômico

· da mídia que só dá espaço aos poderosos

· do lobby das grandes empresas sobre o poder público

· das altas taxas de juros

· dos acidentes de trabalho

· da superexploração da mão-de-obra

· das taxas bancárias

· da precarização das condições de trabalho

· do superávit primário

· dos ataques aos serviços públicos

· da falta de direitos trabalhistas para mais da metade da população

Apesar de tantas razões, não temos tempo para sentir cansaço. Continuaremos lutando. Precisamos de sua participação. Filie-se ao seu sindicato!

Anúncios

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: