Evo Morales: Fala fantoche!

Trechos da entrevista de página inteira na Folha de SP.

chavesfidelmorales.jpg

       
FOLHA – Analistas acreditam que a Bolívia possa sofrer desabastecimento interno de gás.
MORALES
– Estamos cientes e adotando medidas preventivas. Necessitamos, para os três meses de inverno, de pelo menos 3.600 toneladas de gás natural e já prevíamos adquiri-lo da Venezuela por precaução.

FOLHA – A Bolívia tem capacidade de suprir a demanda argentina e a brasileira?
MORALES
– Sim. No momento, exportamos à Argentina cerca de 5,7 milhões de metros cúbicos ao dia, (o contrato  prevê no mínimo 4,6 milhões e no máximo 7,7 milhões). No caso do Brasil, nosso volume diário de exportação é de 25 milhões de metros cúbicos ao dia e nos pediram que o elevássemos a 27 milhões.  Atender à demanda máxima (30 milhões) é difícil. Mas um aumento na cota é possível.

FOLHA – A ONU denunciou um aumento “dramático” (de cerca de 8%) no cultivo de coca. Já aos EUA, sua política de “revalorização” da folha de coca causa “inquietação”.
MORALES
– Dois mil hectares a mais de coca são um aumento dramático? Querem que na Bolívia haja forças paramilitares, fumigações, violações dos direitos humanos?

FOLHA – O senhor visitou Fidel Castro há alguns dias. Como foi o encontro?
MORALES
– Eu estava ansioso, desesperado por entrar. Quando conversamos e o ouvi falar de seus princípios de solidariedade, de seus preocupações com o ambiente e a energia, de suas críticas ao álcool e aos biocombustíveis, tive vontade de chorar, eu me emocionei. Eu lhe disse: “Comandante, o senhor não precisa convencer a Chávez, a mim e a outros líderes. Basta nos dar instruções”.

FOLHA – O senhor está distribuindo aos prefeitos de cidades bolivianas cheques em valores de milhares de dólares, assinados pela Embaixada da Venezuela. Isso é ingerência de Hugo Chávez nos assuntos bolivianos?
MORALES
– Não.  Quanto aos cheques, todos os países o fazem por meio de ONGs.  Mas, no caso da ajuda de Chávez, coordenamos com os prefeitos os projetos que lhes interessam e assim não existe malversação de fundos.

FOLHA – Mas o senhor pretende garantir sua reeleição e adotar um sistema de Câmara única para o Legislativo, na nova Constituição?
MORALES
– A Câmara Alta e a Câmara Baixa nos levam ao atraso e ao conflito. O sistema unicameral está em debate. E a reeleição do presidente é uma proposta das forças sociais. Não só a ratificação mas também a revogação de mandato.

Anúncios

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: