Archive for 25 de junho de 2007|Daily archive page

Charge do dia

jbosco.jpg

Violência não, corrupção sim?

A semana passada foi marcada pela não renovação do registro da SOEBRAS no Conselho Municipal de Assistência Social (CMAS). Apesar de ter recebido pedidos para escrever sobre o assunto deixei, de propósito, vencer a semana para apurar o caso.

Estranhamente a mídia de Montes Claros falou muito pouco do assunto. Até entendo (mas não compreendo) a posição do jornal O Norte, ligado ao Deputado Ruy Muniz que se resumiu a apenas mostrar uma versão dos fatos. A versão da SOEBRAS, claro. Atacou os conselheiros, mas não entrevistou os mesmos para que demonstrassem seus pontos de vista nos fatos. Dos demais diários destaque apenas para o “Hoje em Dia” que trouxe boa matéria.

Parece que o assunto é proibido. Na Câmara Municipal ninguém falou nada. Nem contra nem a favor. Era de se esperar. A maioria dos representantes do povo nesta legislatura municipal teve de prestar depoimento à justiça pelo envolvimento na “Operação Pombo-Correio” no último dia 13. Quem tem telhado de vidro não atira pedras… 

E o povo, por que não fez passeata contra a corrupção? E os empresários locais não colocaram faixas nas ruas por quê? Apoiar a luta contra a corrupção não é escolher lados. É apenas defender a justiça, as pessoas de bem, as famílias. Não é preciso ofender, queimar bonecos, vilipendiar pessoas que ainda são apenas réus em processos. Isto tudo mostra que Montes Claros ainda é uma cidade dos tempos do curral eleitoral. Os tempos modernos nos trouxeram mais do que apenas desenvolvimento. Trouxeram novos coronéis para um velho “rebanho”. A única diferença é que hoje não são poucos os coronéis.

Os fatos apontados no relatório do conselheiro que determinou o cancelamento do registro da SOEBRAS foram retirados do processo do INSS contra a entidade. Uma pesquisa aqui mesmo no “2Dedos” mostrará um caso semelhante. A FAAP, uma das mais prestigiadas faculdades do Brasil, perdeu o seu certificado de filantropia em um processo iniciado pelo INSS e ainda foi condenada a devolver aos cofres públicos R$ 100 milhões (veja o post aqui).

As acusações mostradas no relatório são sérias e a população de Montes Claros, grande beneficiária dos serviços prestados pela SOEBRAS, deve exigir uma apuração rigorosa dos fatos.

Para ler o relatório que determinou o cancelamento do registro da SOEBRAS clique aqui (arquivo PDF).

Cadela de sorte

Por Jair Aceituno, do Estadão:
O juiz Jaime Ferreira Menino, da 2ª Vara criminal de Bauru, condenou o lavrador Alex Aparecido Caldeira, a três meses e 15 dias de detenção e multa de R$ 140,00, por crime de maus tratos. Como o réu tem bons antecedentes e é chefe de família, com cinco filhos, o juiz autorizou o cumprimento da pena em liberdade.

No ano passado, o réu mudou-se de uma casa na vila Santa Clara, bairro periférico, e ali deixou amarrada sua cadela vira latas, de nome “lilica”. Quinze dias depois o dono do imóvel foi inspecioná-lo e encontrou o animal, em mau estado de saúde porque, conforme se apurou depois, para sobreviver, ele comeu as próprias fezes.

Resgatada pela ONG Nature Vitae, “lilica” foi tratada e entregue a um novo dono. A entidade abriu processo contra Caldeira, tanto para puni-lo quanto para que ele sirva de exemplo a outras pessoas que desrespeitam os animais.

Aos 2 anos, ela é um Stephen Hawkins

georgia.gif

Claro que ela ainda não sabe nada sobre física quântica. Nem conhece de cor e salteado todas aqueles impublicáveis cálculos matemáticos que explicam a formação do universo. Tampouco sabe recitar alguns versos de Shakespeare. Mas a pequena britânica Georgia Brown, de apenas 2 anos, tem o mesmo QI de gênio de ninguém menos que o físico Stephen Hawking, considerado o sucessor de Isaac Newton.Georgia se converteu na mais jovem pessoa do sexo feminino a chegar ao QI 152 no fechadíssimo clube de intelecto Mensa.

Mas o que será que Georgia faz de tão excepcional para uma criança da sua idade? Confira:

  • Canta “I can see a rainbow”, uma canção infantil, perfeitamente.
  • Conta até dez, com desenvoltura.
  • Usa palavras como “arrogante” em conversas em casa e na rua.
  • Explica palavras não muito comuns a suas amigas.
  • Consegue distinguir entre rosa e lilás.
  • Calça os sapatos nos pés certos e os amarra.
  • Pratica natação.
  • Dança balé.
  • Desenha em papel um círculo perfeito.
  • Sabe a diferença entre um quadrado e um retângulo.
  • Consegue se vestir sozinha desde que tinha 1 ano e 2 meses.

Atualmente a pequena notável tem mostrado particular interesse pela língua francesa. Uh lalá! Elle est extraordinaire!

Vi no blog do Fernando Moreira

Pesquisa do PSDB diz que Lula obteria 3º mandato

lula.gifPesquisa nacional feita por encomenda do PSDB trouxe à tona um cenário confortável para Lula e adverso para o Congresso. Perguntou-se aos eleitores, por exemplo, se reelegeriam Lula para um terceiro mandato. A maioria (56%) respondeu “sim”. Inquiridos sobre a hipótese de fechamento do Legislativo, um percentual ainda maior (58%) declarou que apoiaria a idéia.

Foram ouvidas 3.500 pessoas em todo país. Responderam a um questionário de 65 perguntas. Conforme noticiado aqui no blog em março, foram elaboradas pelo sociólogo Antonio Lavareda e pelo deputado Gustavo Fruet (PSDB-PR). A portas fechadas, a cúpula do tucanato digere os dados, mantidos, por ora, sob sigilo.

O repórter apurou algumas das tendências esboçadas na pesquisa do tucanato. Descobriu-se, por exemplo, que, a despeito de todas as encrencas em que se viu metido nos últimos anos, o PT é o partido mais bem avaliado pelos eleitores. Em segundo lugar, vem o PMDB. O PSDB ocupa a terceira colocação. As outras legendas ou são ignoradas ou têm ostentam avaliação negativa. Sob nova identidade, o ex-PFL, agora DEM, tornou-se uma legenda desconhecida do grosso do eleitorado.

A despeito da situação cômoda de Lula e dos dois maiores partidos do consórcio governista, descobriu-se que a maioria dos eleitores –mais de 50%—admite votar num presidenciável da oposição nas eleições de 2010. Esse naco da população rejeita, porém, o discurso da ruptura. Cobra continuidade e melhoria das condições atuais.

Para evitar a precipitação de uma disputa interna que parece inevitável, o PSDB evitou embutir na pesquisa uma aferição da intenção de voto dos principais presidenciáveis da legenda. Perguntou-se apenas se o eleitor conhece as três principais estrelas do tucanato e qual a avaliação que faz de cada uma delas, se positiva ou negativa.

Constatou-se o seguinte: José Serra é, hoje, o tucano mais conhecido e mais bem avaliado pelo eleitor. Geraldo Alckmin vem a seguir. Aécio Neves é, entre os três grão-tucanos pesquisados, o mais desconhecido, sobretudo nas regiões Sul e Nordeste.

Fez-se também uma aferição do grau de aprovação e de desaprovação dos governos FHC e Lula. Realizou-se em seguida um cruzamento das duas taxas. FHC amealhou um índice de aprovação 12 pontos acima da taxa de desaprovação. Submetido à mesma contabilidade, Lula obteve uma taxa de aprovação que superou em mais de 20 pontos o percentual de desaprovação.

De acordo com o resultado da pesquisa, os programas sociais, em especial o Bolsa Família, são vistos pelo eleitor como o ponto alto do governo Lula. Os pesquisadores inquiriram os entrevistados acerca de programas como o vale gás e o Bolsa Escola que, criados sob FHC, foram unificados embaixo da logomarca do Bolsa Família. A maioria dos entrevistados (mais de 40%) atribui apenas a Lula tais iniciativas sociais. Só uma minoria (cerca de 25%) identifica o DNA tucano na gênese dos programas. Em muitos aspectos, a pesquisa do PSDB coincide com uma outra realizada pelo DEM e esmiuçada em artigo do prefeito do Rio, Cesar Maia.

Os pontos negativos da gestão Lula são a segurança pública, a corrupção e a área da saúde pública. Em relação à corrupção há, porém, uma atenuante. Pesquisas qualitativas coordenadas por Lavareda demonstraram que, embora identifique uma proliferação das malfeitorias, o eleitor também identifica no governo Lula um esforço no combate à corrupção.

Quanto à gestão FHC, os entrevistados apontaram como pontos positivos o Plano Real, a estabilidade econômica e, curiosamente, a gestão da área da saúde. Comprovou-se, de resto, um fantasma que persegue o tucanato: cerca de um terço do eleitorado desaprova a privatização de empresas estatais. A propósito, Lula, decerto munido de pesquisas, explorou esse calcanhar do PSDB à saciedade na última campanha presidencial.

Fonte: Blog do Josias / Foto: Ricardo Stuckert-PR

Na infância violada, a inocência é de criminosos

De O Globo, hoje:
“Crianças e adolescentes vítimas de crimes violentos como homicídio e seqüestro, além de abuso e exploração sexual, são também vítimas da impunidade. Pesquisas mostram que investigações desses crimes estão longe de pôr seus autores na cadeia. Os processos se arrastam, em muitos casos, até 14 anos, com raras condenações, ao mesmo tempo em que cresce a violência infanto-juvenil.

Levantamento da Associação Nacional dos Centros de Defesa da Criança e do Adolescente (Anced), que resultou no livro “Impunidade! Até quando?”, mostra que, dos 24 crimes mais violentos pesquisados entre os anos de 1999 e 2000, em todo o país, 85% não apresentam qualquer solução. Desse universo, o tempo de duração do processo é de mais de dez anos (38,1%). Apenas 9,5% dos processos duraram até cinco anos.

— Ao não adotar políticas de proteção à criança e ao adolescente, o Estado se torna duplamente o maior violador dos direitos dessas pessoas, já que a pesquisa também mostra que 33% dos crimes analisados foram cometidos por agentes policiais — diz a coordenadora do grupo de trabalho sobre impunidade da Anced, Enza Mattar.” Leia mais em O Globo

“K. tem 5 anos. Aos 4, foi violentada por Wilson Petronilo de Sá, de 40 anos, segundo consta em inquérito na Gerência de Proteção à Criança e ao Adolescente de Pernambuco. O acusado é filho da madrinha da garota e era pessoa de confiança da família. O crime ocorreu há quase um ano, mas, até hoje, permanece impune. O criminoso mora duas casas depois da vítima, no Alto José do Pinho, Zona Norte de Recife, e passa freqüentemente em frente à residência da menina. A cada vez que ele se aproxima, a garota sente tremores e solta gritos de medo. Apesar de estar com prisão preventiva solicitada desde o ano passado, pela delegada Lúcia Fátima Gomes de Oliveira, até hoje o pedido ainda não foi analisado na Vara de Crimes Contra a Criança e o Adolescente.

— A criança sente que ele é um perigo para ela — afirma a bisavó da garota, de 73 anos.

A impunidade levou a aposentada à depressão e a ficar dois meses internada em um hospital público, deixando a garota, que vive com ela desde que nasceu, aos cuidados de uma tia. Hoje, a criança faz tratamento psicológico no Instituto de Medicina Materno Infantil (Imip).” Leia mais em O Globo

Cruzeiro vence

rapogalo.jpg

Foi um jogo à altura das melhores tradições de Cruzeiro e Atlético. Seis gols, pênalti perdido e emoção o tempo todo. O time celeste levou a melhor e fez 4 a 2 no Galo. No primeiro tempo, os cruzeirenses estiveram superiores e saíram na frente, com dois gols de Araújo. O Galo reagiu no início da segunda etapa e empatou, em duas jogadas de cabeça. O zagueiro Lima e o atacante Éder Luís marcaram. Logo em seguida, o principal lance do jogo. Os atleticanos, que jogavam melhor no momento, tiveram um pênalti a seu favor. Marcinho bateu e o goleiro Gatti defendeu com o pé. O Galo se abateu e a Raposa cresceu no jogo, principalmente depois das alterações de Dorival Júnior. Wagner, que tinha entrado, lançou Guilherme, outra substituição, e o Cruzeiro voltou a ficar à frente do placar. Ramirez fez o quarto. Os pedidos de paz e de tranqüilidade no clássico uniram os dois times antes do jogo.

Fonte: Jornal Estado de Minas

Manchetes do Dia (25/06)

O Tempo: Cruzeiro vence em jogo eletrizante

Hoje em Dia: Cruzeiro atropela e sobe

Estado de Minas: Cruzeiro vence clássico emocionante