Archive for 5 de junho de 2007|Daily archive page

Charge do dia

aroeirachavez.jpg

Anúncios

Compadre Dario

Este Dario Morelli Filho, preso ontem pela Polícia Federal acusado de integrar a máfia dos caça-níqueis, foi até 2002 uma espécie de faz-tudo da família Lula, destes de freqüentar a casa quase todos os dias e fazer compras no supermercado.

Ele, funcionário da prefeitura petista de Diadema, SP, é sócio em uma casa de jogos na Baixada Santista. Foi indiciado por corrupção ativa e formação de quadrilha.

Lula é padrinho de um filho do Dario.

Vi no blog do Ancelmo Gois

Em nota, PT apóia decisão de Chávez sobre RCTV

O Partido dos Trabalhadores apoiou, em nota, a decisão do presidente venezuelano, Hugo Chávez, de tirar do ar a mais antiga emissora de televisão do país, a RCTV. Divulgado nesta segunda-feira, o documento do PT defendeu a decisão argumentando que a Venezuela é um país democrático, o presidente foi eleito democraticamente e a não-renovação da licença seguiu “todos os trâmites previstos pela legislação venezuelana”. Além disso, o partido alega que a medida combate o “monopólio da comunicação por grandes empresas, que se utilizam de concessões públicas para a defesa dos interesses privados de uma minoria.

O partido do presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que decidiu tornar pública sua oposição porque “setores da imprensa” teriam, aproveitando o caso da RCTV, tentado questionar o partido em relação ao governo Chávez e às liberdades democráticas. A posição oficial do PT foi expressa em nota da Secretaria de Relações Internacionais do partido.

Agência Estado

Pure silver

A dica de hoje vai para aquelas pessoas que adoram e acham importante ser homenageadas pelos colunistas com “pseudos” títulos. Basta tomar as cápsulas com flocos de prata e ter purpurina toda vez que for ao banheiro. Ridículo não? Para aqueles que quiserem comprar segue o site.

silverpille.jpg

PF faz buscas na casa de irmão de Lula

vava.jpgSilvia Ribeiro, do G1, em São Paulo, com informações da TV Globo: A Polícia Federal realizou nesta segunda-feira (4) busca na casa do irmão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Genival Inácio da Silva, o Vavá, que mora em São Bernardo do Campo, na região do ABC. O mandado de busca foi expedido pela 5a Vara da Justiça Federal de Mato Grosso do Sul. A assessoria de imprensa da Polícia Federal, em Brasília, confirmou que a busca está relacionada à Operação Xeque-Mate, deflagrada pela PF nesta segunda. Mas não esclareceu por quais razões específicas o irmão do presidente é investigado.Os mandados de busca estão sob segredo de Justiça enquanto durarem as diligências da Operação Xeque-Mate, da PF. A operação tem o objetivo de desmontar quadrilhas especializadas em crimes como contrabando, corrupção e tráfico de drogas, além de envolvimento em jogos de azar. O “Jornal Nacional” conversou com o filho de Genival, Edson Inácio da Silva. Ele disse que os policiais chegaram às 6h desta segunda, informando que o mandado dizia respeito a uma investigação de caça-níqueis. De acordo com Edson, no momento em que os agentes chegaram, estavam na casa Genival, a mulher dele e uma filha. Segundo o sobrinho de Lula, os policiais ficaram duas horas na casa e não levaram nada. Já o delegado Alexandre Custódio, da PF em Campo Grande, afirma que foi feita apreensão, mas não informa de que tipo de material. Edson disse ao “Jornal Nacional” acreditar que a busca tenha sido efetuada porque o pai teria conversardo ao telefone com alguém monitorado pela Polícia Federal.

Foto: Maurilo Clareto

PS: Quem viu a fala do Presidente Lula e do Ministro Tarso Genro entendeu que a operação só serviu mesmo para lustrar a imagem do Lula.  Aquilo que os acólitos presidenciais vêm tentando há tempos com os jornalistas, ou seja, convencê-los do suposto “espírito republicano” da administração lulista.

Renan, o rei do gado

Para reflexão geral, a coluna de Fernando Rodrigues na Folha de ontem:
BRASÍLIA – Renan Calheiros começou na política profissional há quase 30 anos. Elegeu-se em 1978 deputado estadual em Alagoas. De lá para cá, viveu com salário de político -salvo um breve período no início da década de 90, quando ocupou uma sinecura na Petrobras.

Construiu um patrimônio rentável. Suas fazendas no interior de Alagoas dão lucro. Tudo num Estado não propriamente conhecido pela fertilidade de suas terras nem pela opulência de seu gado.

No ano passado, Renan faturou R$ 1,9 milhão no setor agropecuário. Vendeu 784 cabeças de gado. Tem ainda 1.704 reses em estoque.
É um ás do agronegócio.

Lula até outro dia procurava alguém no Congresso para nomear como ministro da Agricultura. Deve hoje se lamentar por não ter sido apresentado a esse Renan Calheiros laborioso e bem-sucedido. Ironia à parte, o relevante a ser dito é a capacidade de Renan para provar oficialmente todas as suas operações -sem fazer juízo de valor se são ou não legítimas.

Esse é o ponto: a alta sofisticação dos métodos e operações de políticos encrencados. É raro aparecer um tolo como Severino Cavalcanti disposto a aceitar um cheque mixuruca e compensá-lo em sua conta.

Tome-se o caso de fazendas e negócios agropecuários em geral. Quanto custa um cavalo ou um boi? São ativos cujos valores embutem alto grau de intangibilidade. Pede-se um preço qualquer e recebe-se o dinheiro correspondente.

Hoje Renan prometeu apresentar notas fiscais e cheques comprovando seu espetáculo do crescimento no ramo do gado. Nas palavras do presidente do Senado, explicará “tudinho”. É possível. Até porque, ninguém acredita haver disposição no Senado para verificar quem são todos os matadouros interessados em comprar o gado do presidente da Casa. No Senado, Renan já se sente absolvido

Manchetes do Dia (05/06)

Jornal de Notícias: Rixa termina em assassinato

O Tempo: Polícia Federal chega a 1.000 prisões em 2007

Hoje em Dia: Quadrilhas atacam e fazem reféns em MG

Estado de Minas: Trabalho informal dobra