Archive for 1 de junho de 2007|Daily archive page

Charge do dia

glaucoponte.jpg

Trapalhadas aos montes

Dois fatos isolados ocorridos num espaço de 05 dias refletem bem a competência dos assessores do atual prefeito de Montes Claros.

2º Lista dos 150 nomes

A cerimônia de nomeação da Medalha Urbis com os 150 nomes que fazem a história de Montes Claros estava marcada para o último sábado, 26/05, a partir das 19h00min na Praça da Matriz. Ocorre que a Igreja da Matriz realiza missa às 18h00min e dois casamentos logo após, todo sábado há no mínimo uns 10 anos. Isso demonstra que os assessores do Prefeito, aí incluído todo o seu cerimonial, além de incompetentes são ateus ou agnósticos para desconhecer este fato. Isto foi o responsável pelo atraso do evento em mais de 02h30min. Quando finalmente perceberam que não poderiam aguardar pelo fim do último casamento e que vários dos homenageados, entre eles idosos, havia ido embora resolveram começar a festa. Um fiasco!

Outdoor cara preta

No dia 25/05, sexta-feira, a prefeitura de Montes Claros entregou à população, em parceria com o Estado de Minas Gerais (COHAB) 225 casas no bairro Village do Lago III. Muita festa, alegria e choro das famílias que compraram as casas. Dizendo-se “pais da criança” o atual Deputado Federal e ex-prefeito Jairo Ataíde, junto com sua esposa e Deputada Estadual Ana Maria, espalharam outdoor’s pela cidade. Na propaganda veiculada informam que foram eles que trabalharam pelo convênio destas casas e que o atual prefeito, Dr. Athos Avelino, apenas concluiu o processo assinando o convênio e construindo as unidades habitacionais. Discordando da publicidade o que fez a prefeitura? Simplesmente mandou borrar com spray preto as placas (fotos abaixo). Isto mesmo caro leitor, seus funcionários borraram as placas como se não vivêssemos num Estado de Direito, como se valesse o “Direito Achado na Rua”, síntese da formulação teórica do grande Roberto Lyra Filho. Será o Benedito que o livro de cabeceira desses assessores é alguma obra do Gramsci, teórico italiano e pai do totalitarismo perfeito?

prefeito_pixa_placa.jpg

prefeito_pixa_placa02.jpg

prefeito_pixa_placa03.jpg

Toda vez que comento as ações destes “espertos” restam perguntas sem respostas. Mas, fazer o quê? Por que não acionaram a justiça para combater a afronta à legislação eleitoral? Por que simplesmente não colocaram outros outdoor’s ao lado de cada um do casal Jairo e Ana Maria explicando os fatos verdadeiros? Por que a cabeça deles só serve para separar orelhas? Como se conseguiu juntar tanta gente ruim em tão pouco espaço? Por que o MST não ocupa as “terras improdutivas” de algumas secretarias?

Por isto o Didi, se quiser, pode vir aqui e escolher remontar os Trapalhões, pois candidato a Dedé, Mussum e Zacarias é que não faltam.

Fotos: Jaime Tolentino

O Rio pegando fogo e o governador torcendo pelo Brasil…

cabral.jpgNas últimas 48 horas, mais dois policiais militares foram assassinados e 14 pessoas foram atingidas por balas perdidas, sendo que duas morreram. Mais uma guerra de traficantes estourou na cidade, desta vez em plena Zona Sul nos morros da Babilônia e Chapéu Mangueira, no Leme. A polícia anunciou que o Comando Vermelho está se preparando para atacar e retomar os dois morros, que desde ontem passaram para as mãos da A.D.A. (Amigos dos Amigos). A invasão está sendo organizada por bandidos da Ladeira dos Tabajaras e Pavão –Pavãozinho.

Nos hospitais do estado faltam médicos de quase todas as especialidades. Nas escolas da rede estadual, por mais absurdo que possa parecer, 20 mil alunos ainda não começaram o ano letivo porque faltam professores.

Mas nada disso sensibiliza o governador Sérgio Cabral. Ontem (30 / 05), o governador foi ao Teatro Municipal assistir uma ópera e hoje à noite embarca para Londres onde amanhã assiste de camarote, o amistoso da seleção brasileira com a seleção da Inglaterra, na inauguração do novo estádio de Wembley.

Igual ao imperador romano Nero, que diz a lenda tocava sua harpa enquanto Roma pegava fogo, o governador Sérgio Cabral vai à ópera e viaja para o exterior para assistir um simples amistoso do Brasil, enquanto o Rio está em chamas.

Retirado do Blog do Garotinho

Clodovil agride comissário da Gol e pede jatinho para voar

clodovil.jpg

O deputado Clodovil Hernandes (PTC-SP) escapou de ser linchado pelos passageiros do vôo Gol 1847 que deveria ter decolado de Brasília às 15:30h com destino ao aeroporto de Guarulhos, em São Paulo.

Inconformado com a inexistência do assento que lhe havia sido destinado conforme o bilhete de embarque, Clodovil gritou com a tripulação do avião, recusou outros assentos que lhe foram oferecidos e por fim agrediu o comissário Gustavo. Foi quando um grupo de passageiros partiu para cima dele. Resgatado por alguns dos tripulantes Clodovil desembarcou e está desde então no posto da Polícia Federal no aeroporto de Brasília. A Gol tentou embarcá-lo em outros vôos ou em vôos da TAM. Ele se recusou. Exige que a Gol lhe providencie um jatinho.

A confusão montada por Clodovil atrasou em 40 minutos a decolagem do vôo 1847.

Renan aumentou patrimônio entre 2002 e 2006

renan_calheiros.jpgDe O Globo, hoje:
“De 2002 a 2006, sua lista de bens cresceu, segundo documentos divulgados pelo próprio senador e obtidos em cartórios de Alagoas. Nesse período, Renan vendeu uma casa confortável em Brasília, por cerca de R$ 600 mil, mas adquiriu três fazendas em Murici e Flexeiras (AL), berço político da família Calheiros, e uma mansão à beira-mar em Barra de São Miguel, concorrido balneário na Grande Maceió. Nem todos os valores dos imóveis foram divulgados, apesar de o senador ter garantido que abriria mão do sigilo de seu Imposto de Renda deste ano.

Para tentar comprovar que teve renda suficiente para pagar pensões para a jornalista Mônica Veloso — e, conseqüentemente, sua evolução patrimonial —, Renan informou ter, além do salário, outras fontes de renda, principalmente rendimentos de atividades rurais. Em 2003, Renan informou à Receita ter tido rendimentos totais de R$ 821,1 mil, sendo R$ 333 mil provenientes de atividade rural. Em 2004, só os rendimentos rurais teriam sido de R$ 236 mil. No ano seguinte, foram de pouco mais de R$ 630 mil.”

“Os advogados Pedro Calmon, de Mônica Veloso, e Eduardo Ferrão, do presidente do Senado, Renan Calheiros, dão versões diferentes para o pagamento de R$ 100 mil, feito em duas parcelas de R$ 50 mil, em maio e junho de 2006. Em discurso, Renan disse que o dinheiro era para um fundo “para garantir despesas futuras com educação e desenvolvimento cultural da criança”. Na defesa enviada a Tuma, Renan anexou dois recibos, de maio e junho de 2006, em que Mônica e Calmon atestam ter recebido os pagamentos.

Apesar disso, Calmon declarou que o dinheiro era para pagar os atrasados:

— É claro que assinei o recibo, pois era forma de minha cliente receber os atrasados.”

Não sou ameaça para ninguém, diz jornalista

Da jornalista Mônica Veloso, com quem o presidente do Senado Renan Calheiros (PMDB-AL) teve uma filha, em entrevista à Folha de S.Paulo, hoje:

FOLHA – No Congresso se fala muito sobre o caso…

MÔNICA – Sabe qual é a idéia daí [do Congresso]? É que se fale muito, que vocês me procurem, que eu fique atacadíssima e comece a falar. Aí pronto, vamos virar para lá porque agora ela resolveu falar, quem sabe ela conta alguma coisa.

FOLHA – Mas tem o que contar?

MÔNICA – [Risos]

FOLHA – Há que temer Mônica Veloso?

MÔNICA – Não, não sou ameaça para ninguém, não tem nada disso. Agora que tem o que contar, né, eu tive uma relação de três anos, você imagina.”
Assinante da Folha lê mais aqui

Manchetes do Dia (01/06)

Jornal de Notícias: Projeção da PM assusta

O Tempo: Enade aponta MG como melhor do Sudeste

Hoje em Dia: BH terá força de segurança

Estado de Minas: Justiça quebra sigilo da Operação Navalha