“Acusação tem dedo de Sarney”

De José Reinaldo Tavares (PSB-MA), ex-governador do Maranhão, preso na Operação Navalha em entrevista ao O Estado de S.Paulo, hoje:

Estadão: “O sr. afirma que a investigação tem apenas motivação política. Com que objetivo?

Eu não tenho a menor dúvida. Vingança do Sarney. Pela derrota da filha dele Roseana nas eleições de 2006. O que ele não esperava é que a operação tomasse vulto e pegasse o Ministério de Minas e Energia e os aliados dele.

Estadão: Como explicar as gravações captadas pela PF, em que as suas obras são tema de conversa dos lobistas?

Eu não sabia que estava sendo investigado e, inclusive, as gravações que foram feitas e aqui eu quero fazer uma ressalva. No documento todo que me foi entregue não há participação direta minha. Há terceiros falando sobre isso. A gravação que está no inquérito é de antes da autorização legal da escuta. A autorização legal da escuta da ministra foi dia 29 de novembro de 2006, e as gravações que se referem a mim são de muito antes.

Estadão: Há alguma denúncia ou irregularidade da Gautama no Maranhão?

A Gautama chegou ao Maranhão no governo de Roseana Sarney. No meu governo as obras não foram tocadas porque houve um problema com o Tribunal de Constas da União, relativo ao edital de licitação. Essas obras estão paradas lá.”

Leia a entrevista aqui (link aberto)

Anúncios

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: