ACM, Renan e a Gautama: Boi preto conhece boi preto

O bate-boca é de 7 de março de 2001, mas se tornou atual. Os senadores Antonio Carlos Magalhães (PFL-BA) e Renan Calheiros (PMDB-AL) trocavam acusações em plenário.

À época, ACM era acusado de violar o painel de votações no processo de cassação do ex-senador Luiz Estevão. A gravação de uma conversa de ACM com procuradores da República era a prova do delito.

Renan anunciou em plenário que a conversa comprometedora seria revelada no dia seguinte durante sessão da Comissão de Fiscalização e Controle do Senado.

Os dois travavam uma briga a parte. Renan queria mostrar que ACM tinha a ver com a liberação de R$ 17 milhões para a prefeitura de São Paulo, dinheiro que foi repassado posteriormente para a construtora OAS, do genro de ACM.

O troco de ACM foi dizer que Renan tinha muita intimidade com um tal de Zuleido – Zuleido Soares Veras, dono da construtora baiana Gautama, preso hoje pela Polícia Federal por ocasião da Operação Navalha.

Foi assim o diálogo:

ACM – Quanto a minha ligação com a OAS, eu tenho um genro na OAS, mas V. Exª tem amigos empreiteiros com quem tem muito mais intimidade do que eu com a OAS.

Renan – Mais do que V. Exª com a OAS?

ACM – Muito mais.

Renan – Ninguém tem.

ACM – V. Exª tem. V. Exª conhece o Zuleido, não é? V. Exª não conhece o Zuleido, da Gautama? Então, com isso já está dito.

Renan – Eu o conheço; foi da própria OAS.

ACM – Depois nós vamos tratar desse assunto. Quando era da OAS, também; e agora, não, agora é mais ligado a V. Exª do que à própria OAS. Quanto a isso, a CPI das Empreiteiras que eu tanto espero, nós vamos trazer esses empreiteiros todos para ver com quem estão ligados. E fique certo V. Exª de que não está imune; eu sei, e V. Exª sabe disso. De maneira que não se apresse a querer ocultar problemas que já estão claros, como o do Banpara. Está claro o Banpara ou não está?

Renan – Eu quero responder a V. Exª; conclua, por favor.

Na resposta, o assunto Gautama foi esquecido por Renan, que concentrou os ataques no suposto envolvimento de ACM com a OAS.

Hoje, em conversa há pouco com o blog, ACM mudou o discurso:

Noblat O que o senhor sabia dessa história naquela época quando fez esse discurso?

ACM – Não, não sei nada não. Nessa ocasião, eu estava numa disputa com o Jader (Barbalho) e o Renan falou algumas coisas e eu disse isso sobre o Zuleido, que é empreiteiro.

Noblat O senhor não tinha nenhuma informação comprometedora?

ACM – Não, não.

Noblat – Então foi coisa da política?

ACM – Foi um debate político.

Noblat – O senhor acha que o Zuleido, que este caso tem alguma ligação com o Renan Calheiros?

ACM – Não tem. Que eu saiba, não tem nenhuma ligação. Não sei. O Zuleido pode ser amigo dele.

Noblat – Mas o senhor acha que eles podem ter feito negócios juntos?

ACM – Eu acho que não.

Noblat – Pelo jeito o senhor já não é mais a melhor pessoa para falar desse assunto, não é, senador?

ACM – É. Você vai ter que procurar outra fonte.

Retirado do blog do Noblat

Anúncios

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: