Falta CTI em 730 cidades mineiras

cti.jpg

Dos 853 municípios de Minas, apenas 123 contam com Centros de Terapia Intensiva (CTIs) nos hospitais. A falta dessas unidades deixa milhares de pessoas em agonia, entre a vida e a morte. A Portar ia 1101/2002 do Ministério da Saúde exige que as cidades tenham três leitos hospitalares para cada grupo de 1 mil habitantes e que 4% do total sejam de atendimento em terapia intensiva. Contudo, a grande maioria não cumpre a determinação. O déficit no estado é de 631 desses leitos. Somente em Belo Horizonte, cerca de 3 mil pedidos de internação em CTI não foram atendidos no ano passado. A quantidade de mortes ocorridas devido à carência de vagas, porém, é desconhecida, pois a Secretaria Municipal de Saúde não dispõe de estatísticas. A capital tem 556 leitos, 81 a mais do que o considerado necessário para sua população, mas pouco para o atendimento à região metropolitana, onde Ribeirão das Neves, por exemplo, com 250 mil habitantes, não tem número suficiente. 
 
Fonte: Jornal Estado de Minas / Foto: Jair Amaral-EM

Anúncios

1 comment so far

  1. Rafael on

    òtima idéia… excelente notícia


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: