“Me pegar por corrupção, eles não vão pegar nunca”

alvim.gifAlém do grampo telefônico, a Polícia Federal utilizou nas investigações expuseram os tentáculos da máfia do jogo uma ferramenta mais sofisticada: a escuta ambiental. A frase acima foi pronunciada, de acordo com relatório da PF, pelo desembargador José Eduardo Carreira Alvim, um dos 25 presos da “Operação Furacão”.

Até a última quinta-feira (12), véspera de sua detenção, Alvim ocupava o cargo de vice-presidente do TRF da 2ª Região, com sede no Rio. Foi ele quem expediu, no ano passado, uma polêmica liminar liberando 900 máquinas caça-níquel que a polícia havia apreendido em Niterói (RJ). A julgar pelas conclusões da PF, a decisão foi tomada mediante pagamento de propina.

Além da frase que revelaria a falta de talento do desembargador Alvim nas artes da premonição, a PF logrou interceptar conversas telefônicas do ex-vice-presidente do TRF-2 com seu genro, o advogado Silvério Nery Cabral Jr., também recolhido á carceragem de Brasília. Segundo as conclusões da polícia, Silvério, o genro, teria atuado como preposto de Alvim, o desembargador, nas negociações com os mafiosos da contravenção.

Num dos diálogos, Alvim explicita como queria receber o seu quinhão. “Aquela idéia sua, a… parte em dinheiro, ta?” No trecho pontilhado do relatório policial subentende-se que o desembargador tenha dito “a minha parte.” Silvério tranqüilizou-o: “Pode deixar, ta tudo na cabeça aqui, não se preocupa.” Não há no trecho consultado pelo repórter menção a cifras.

A liminar concedida pelo desembargador Alvim foi cassada posteriormente pela presidência do mesmo TRF-2. O que obrigou a máfia a recorrer ao STJ (Superior Tribunal de Justiça). Neste ponto, entra em cena um outro personagem detido pela PF na última sexta-feira. Chama-se Virgílio Medina. É advogado e irmão do ministro do STJ Paulo Medina, sobre cuja mesa aterrissou um pedido para que a liminar de Alvim fosse restabelecida.

Retirado do Blog do Josias

Anúncios

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: